Esporte

Jornalistas esportivos e fãs comentam impactos da pandemia para Olimpíadas

Jogos de Tóquio estão marcados para o fim do mês de Julho, mas Covid-19 é séria ameaça ao evento

Com o surgimento do vírus que tomou uma proporção mundial, o Covid-19, a principal competição esportiva do mundo também está ameaçada: as Olimpíadas de Tóquio.

Apesar da pandemia que atinge o mundo inteiro, o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, disse na última terça-feira (17) que ainda é cedo para considerar um adiamento dos Jogos de Tóquio, que estão marcados para acontecer de 24 julho a 9 de agosto. No entanto, o COI diz estar estudando “diferentes cenários”.

O governo japonês reforça a postura do Comitê Olímpico Internacional de manter as datas dos Jogos Olímpicos. Em coletiva de imprensa também realizada no dia 17 de março, o primeiro-ministro do país, Shinzo Abe, reafirmou o objetivo de que o evento seja realizado nas datas determinadas, independentemente da pandemia de coronavírus.

Leonardo de Melo, estudante de Administração e fã do esporte olímpico, acredita que as consequências do Covid-19 para as Olimpíadas serão drásticas.

“Tóquio, assim como qualquer Comitê Organizador Local não sabe exatamente com o que está lidando. Trata-se de algo novo, que ainda está se expandindo pelo mundo e não há previsão exata de quando vai parar. Por isso, creio que as consequências imediatas serão o aparte econômico vindo de patrocinadores, TVs e etc., que acabam sendo completamente comprometidos”, comenta.

Guilherme Costa, jornalista esportivo da TV Globo, acredita que há uma grande dúvida se a Olimpíada vai ocorrer no dia 24 de julho ou não.

“São muitos os problemas, mas o principal, no momento, é que os atletas não têm onde treinar nesse momento. Ginásios, piscinas e pistas estão fechados na Europa, EUA e Brasil, e isso deve seguir pelas próximas semanas”, conta.

Sobre um possível adiamento ou até cancelamento dos Jogos Olímpicos, Leonardo acredita que as Olimpíadas deveriam ser adiadas por tempo indeterminado, pois, segundo ele, não há clima social para isso e os atletas não estariam em plena forma para as competições, por exemplo.

“Primeiro, porque o mundo não está disposto a viver o Jogos Olímpicos nesse período. E, segundo, pelo fato principal: bom senso”, afirma.

Leonardo completa: “Há inúmeros atletas que aproveitam esse momento final para intensificar seus treinamentos visando chegar no auge nos Jogos. E muitos qualificatórios foram adiados ou suspensos sem nova data. Isso, para mim, já justificaria uma mudança imediata de postura do COI e das federações filiadas”.

Guilherme, por outro lado, apesar de defender que as Olimpíadas já deveriam ter sido adiadas, faz o exercício de tentar entender a dificuldade de posicionamento do COI: “Precisamos imaginar como está a cabeça do Comitê Olímpico Internacional no momento. A entidade vai sair perdendo se deixar a data estipulada, se adiar para o fim deste ano, e também vai sair perdendo se adiar para o ano que vem. Resta saber onde o COI acredita que vai perder menos”, comenta.

Danilo Goes, colunista do Notícia Rio e Repórter do Tabela Carioca, também acredita que o adiamento é inevitável. “É um absurdo o COI, no mínimo, não adiar. Toda a preparação, os torneios preparatórios e classificatórios estão parados. Uma Olimpíada envolve muita coisa, mas a saúde dos atletas e toda a estrutura de pessoas têm que ser prioridade neste momento”, afirma.

Se a Olimpíada de Tóquio for cancelada, ela não estará sozinha. Na era moderna (a partir de 1896), os Jogos tiveram que ser cancelados por três vezes, todas por causa de guerras: em 1916, por causa da Primeira Guerra Mundial, e em 1940 e 1944, ambas por causa da Segunda Guerra Mundial.

LEIA TAMBÉM: Coronavírus é a primeira pandemia na era das redes sociais
LEIA TAMBÉM: Existe razão para se preocupar com Covid-19 nos pets?

Luhan Alves – 7° Período (aluno colaborador)


















2 comentários em “Jornalistas esportivos e fãs comentam impactos da pandemia para Olimpíadas

  1. Márcia dos Santos

    PAZ A TODOS,
    SIMPATIZANTES DO GRANDE EVENTO, QUE, SEMPRE ACABA GERANDO EMOÇÕES E APRENDIZADOS, DE CERTA FORMA.
    SABEMOS, QUE, JUNTO AO EVENTO, INÚMEROS TÓPICOS FORAM ARROLADOS, SEGUINDO , ASSIM…EXPECTATVAS.
    ACONTECIMENTOS IMPREVISÍVEIS, ESSES, SIM, TENTAMOS DRIBLÁ-LOS, A PONTO DE, NÃO ” FERIR *, EDIFICADAS INTENÇÕES , ENTRE ELAS, O ENVOLVIMENTO PARTICIPATIVO DA POPULAÇÃO ( seja por qualquer via ), EXPRESSANDO SENTIMENTOS CAUSADOS, VINDOS DO ESPORTIVO.

  2. Márcia dos Santos

    PARABÉNS AO COMITÊ OLÍMPICO INTERNACIONAL , PELA SÁBIA POSTURA.
    …. DIAS MELHORES VIRÃO.
    EM MEIO A ESSA ESPERANÇA, AGUARDAMOS A REALIZAÇÃO, MELHOR E EM DIA MELHOR.
    … LEVANDO NUMA BOA E COM SABEDORIA.
    RESPONSABILIDADE/ PRECAUÇÃO…..DE MÃOS DADAS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s