Esporte

Flamengo e Internacional disputam para definir quem segue na Libertadores

Rubro Negro tenta a classificação para a semifinal da Libertadores após 35 anos

Flamengo e Internacional se enfrentam nesta quarta-feira (28), em confronto decisivo pelas quartas de final da Libertadores. O Rubro-Negro, que luta pelo bi campeonato, tem a vantagem por ter vencido o jogo de ida por 2 a 0, no Maracanã, com dois gols de Bruno Henrique. Por sua vez, o Inter conta com o fator casa para tentar reverter o placar e manter o sonho do tri. Com ingressos esgotados, a expectativa é de 48 mil torcedores nas arquibancadas, do Beira Rio.

Após vencer a primeira partida, o Flamengo joga por um empate ou qualquer derrota por um gol de diferença. O técnico Jorge Jesus faz mistério na escalação para esse jogo, mas a tendência é que a formação seja a mesma do jogo de ida, no Maracanã. A principal dúvida está no meio de campo. Sem Willian Arão, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e o questionamento se o colombiano Cuéllar, reintegrado no elenco após ser afastado, joga ou não, faz com que esse setor fique com um ponto de interrogação.

Bruno Henrique foi o nome do jogo no Maracanã. O atacante é uma das esperanças do Flamengo para este confronto. (Foto: Divulgação/Twitter-Libertadores)

O técnico do Internacional, Odair Hellman, deve repetir a escalação do primeiro jogo, aqui no Rio. Rafael Sobis se recuperou de desconforto muscular, treinou nos últimos dias e a tendência é que seja mantido no time titular. Se não, Wellington Silva pode começar como titular. Ex-rubro-negro, Guerrero é a esperança de gol.

O Inter precisa vencer por três gols para ir à semifinal no tempo normal. Uma vitória gaúcha por 2 a 0 leva a decisão aos pênaltis. Vale lembrar: gol marcado fora de casa vale como critério de desempate. O jogo será carregado de fortes emoções. A flamenguista Suelem Ferreira acredita na classificação, mas mantém os pés no chão.

“Eu estou muito nervosa. Acredito na classificação, mas estou tão calejada com o Flamengo que, se ele não se classificar, não me surpreenderá. Estou firme na fé, mas sem oba oba”, revela.

Já o torcedor Vinícius de Almeida, adota um discurso mais tranquilo em relação a partida de hoje.

“A expectativa para o jogo está tranquila por conta do resultado que fizemos dentro de casa. Então, sobra uma margem de erro para o jogo de volta”, conta.

Flamengo tenta quebrar tabu

O Rubro Negro carioca conquistou a Copa Libertadores em sua primeira participação no torneio, em 1981. Até 1984, já havia chegado mais duas vezes às semifinais (à época, disputadas com seis clubes divididos em duas chaves). De lá para cá, jamais voltou a ficar a um passo da decisão. São 35 anos sem estar na semi da competição continental.

Rio de Janeiro (RJ) – 06/07/1984 – Futebol – Taça Libertadores da América – 1984 – Flamengo 3 x 1 Grêmio. Jogo no Maracanã. (Foto: Reprodução/Sebastião Marinho)

De todos os jogadores registrados no elenco atual do Flamengo, nenhum era nascido quando o clube disputou a sua última semifinal de Libertadores. Coincidentemente, todos do quarteto mais experiente têm 34 anos. Diego Ribas, o mais velho, nasceu em 28 de fevereiro de 1985; seguido de Diego Alves, em 24 de junho; de Filipe Luís, em 9 de agosto; e de Rafinha, nascido em 7 de setembro. Apenas o primeiro estava na barriga da mãe quando o Flamengo foi eliminado após empatar sem gols com o Grêmio, no jogo extra de desempate daquela Libertadores, em 19 de julho de 1984. O Independiente, da Argentina, foi o campeão.

Há 35 anos, o formato da Libertadores dividia 20 clubes em cinco grupos com dois integrantes de cada país. Os líderes avançavam às semifinais e se juntavam ao campeão da edição anterior — formando outros dois grupos com três participantes. Os primeiros colocados avançam à decisão e se enfrentavam em duelos de ida e volta. Antes de 1984, o Flamengo já havia chegado neste estágio em 1982 e 1981 — quando acabou campeão.

Perguntados sobre a sensação de poder ver o Flamengo jogar em uma semifinal de Libertadores depois de 35 anos, o discurso foi de satisfação total.

“A sensação será de mais uma meta cumprida para o ano, e mais um degrau superado para o tão almejado título da Libertadores”, conta Vinícius.

“É a minha vida toda nessa expectativa. Já vi de tudo, menos essa classificação. Sensação será de alívio, porém a guerra continuará”, diz Suelem.

Prováveis Escalações

INTERNACIONAL (Técnico: Odair Hellmann)

Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenilson, Patrick, D’Alessandro e Rafael Sobis (Wellington Silva); Paolo Guerrero

FLAMENGO (Técnico: Jorge Jesus)

Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Cuéllar (Piris da Motta),  Gerson, Éverton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol.

Árbitro: Patricio Lostau (Fifa-ARG)

Assistentes: Juan Pablo Belatti (ARG) e Gabriel Chade (ARG)

Árbitro de vídeo: Fernando Rapallini (ARG)

Luhan Alves- 6° Período

0 comentário em “Flamengo e Internacional disputam para definir quem segue na Libertadores

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s