Emissão de gases do efeito estufa atinge recorde histórico, aponta levantamento

A emissão de gases do efeito estufa atingiu no ano passado o nível mais alto já registrado na história. O dado preocupante foi divulgado nesta segunda-feira (12) pela Sociedade Americana de Meteorologia (AMS). Ainda de acordo com o relatório Estado do Clima – um panorama do clima global publicado anualmente desde 1996 pelo órgão americano – 2018 passou também a fazer parte do ranking dos anos mais quentes, ficando atrás apenas dos três antecedentes (2015, 2016 e 2017).

O efeito estufa é essencial para a manutenção da temperatura da terra em condições ideias para sobrevivência. Para o Doutor em Química Ambiental Cleyton Martins, essa alta concentração de gases na atmosfera tem relação direta com as atividades antrópicas – isto é, as ações do homem na natureza. “O uso de combustíveis fósseis, as atividades agropecuárias e a geração e destinação inadequada de resíduos são exemplos de práticas que contribuem para a elevação da temperatura global que, por sua vez, provoca o que chamamos de Mudanças Climáticas”.

O estudo da AMS também traz informações sobre a América do Sul. No Centro e no Sul dos Andes Peruanos, por exemplo, o levantamento aponta que houve um recorde de sete episódios extremos de queda de neve. No Brasil, o 7º país do mundo que mais contribui para o aquecimento global, os destaques são a persistência da estiagem no Nordeste e a secura do verão no Sudeste. “Isso está muito relacionado às atividades de uso do solo aqui realizadas, em que se destacam as da agropecuária e o desmatamento de áreas de floresta, como a da Floresta Amazônica”, pondera Cleyton Martins.

Apesar disso, pequenas atitudes diárias são importantes para ajudar a reverter esse quadro. A estudante de jornalismo Ana Carolina Aguiar cita algumas. “Procuro sempre não exceder no consumo de água em afazeres domésticos e a apagar as luzes que estejam acessas desnecessariamente”. Preocupada com o futuro do planeta, Ana destaca a importância de hábitos como esses. “São pequenos atos mas se cada um cumprisse a sua parte a natureza não se degradaria e, consequentemente, o aquecimento global não aumentaria dessa forma tão acelerada”.

Leandro Victor – 7º período

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s