Cidades tem manifestações contra reformas do governo

Atos contra os cortes na educação e a reforma da previdência marcaram a manhã desta terça (13) em diversas cidades brasileiras. Os principais organizadores dos protestos são entidades estudantis e sindicatos de variados setores.

Desde maio, o presidente Jair Bolsonaro vem anunciando cortes significativos na educação, especialmente com relação às universidades federais. Além dessa reivindicação, a votação favorável à reforma da previdência também é um dos grandes alvos das manifestações.

Protestos contra reforma da previdência e cortes na educação se espalham pelo Brasil nesta quinta (Foto: Reprodução/Twitter)

O estudante de comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Matheus Souza, fala sobre os protestos: “O ato é principalmente contra algumas atitudes do governo, que ao nosso ver são extremamente prejudiciais para a educação, principalmente, para quem não pode pagar por uma faculdade particular”, comenta.

Algumas consequências dos cortes na educação já podem ser sentidos pelos estudantes. É o que comenta a aluna do curso de Publicidade, Anna da Costa: “Os efeitos já estão acontecendo, pesquisas das áreas científicas, por exemplo, estão sendo perdidas pela falta de investimento”, lamenta.

Daniel Fernandes – 8° Período

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s