Programa Cuidar: Militares Reformados serão colocados em portarias de escolas estaduais

A decisão foi anunciada pelo Governo, através do jornal ”O Globo”, nesta quinta-feira(18)

 

Após tragédias como as que aconteceram em Suzano, o Governo do Estado do Rio de Janeiro decidiu reforçar a segurança dentro das escolas estaduais. Cerca de 1.000 militares reformados serão contratados com intuito de fazer inspetoria em mais de 1.200 unidades escolares da rede estadual.

A Doutora em Educação e Coordenadora do curso de Pedagogia da Universidade Veiga de Almeida, Viviani Anaya, acredita que o programa não terá consequências positivas para o ambiente escolar “A formação pedagógica é diferente da formação militar, não é militarizando que a gente acaba com as questões sociais. É um espaço que deveria estar restrito ao campo acadêmico”.


Wilson Witzel anunciou o programa Cuidar nesta quarta (17) (Foto: Divulgação | Gov-RJ)


LEIA TAMBÉM: Armas de fogo são responsáveis pela maioria dos homicídios no Brasil

Mesmo com o medo latente de ataques as escolas, Viviani entende que existem outras formas de combater esse tipo de prática violenta “Pessoas da própria escola podem fazer essa recepção de alunos. O diálogo deve ser feito através de palestras e conversas no meio escolar e não fomentando a violência”.

Em depoimento ao jornal O Globo, o secretário de Educação, Pedro Fernandes disse que a princípio os militares trabalharão desarmados, situação esta que pode mudar caso haja riscos de uma ameaça real. O governo esclarece também, que a verba do programa saíra da Educação e tem valor estimado de R$40 milhões por ano.


Arielle Curti – 7º período

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s