Economia

Carnaval de 2019 movimenta mais de R$6 bilhões no país

Com pouca ajuda e sem patrocínios advindo das prefeituras, a festa brasileira deste ano teve um aumento de 23,4% em relação ao Carnaval anterior  

Com pouca ajuda e sem patrocínios advindo das prefeituras, a festa brasileira deste ano teve um aumento de 23,4% em relação ao Carnaval anterior  

A cada ano que passa o Carnaval, festa mundialmente conhecida, vem tendo cortes nas verbas para a realização do evento. Mesmo com a baixa esperança dos empresários e lojistas, de acordo com a prefeitura e a Riotur, muitos recordes foram batidos. Começando pelo levantamento feito em que 98,4% dos estrangeiros recomendariam a Cidade Maravilhosa como destino turístico para outras pessoas superando o resultado de 2018 que era de 95%. Tal resultado anima os investidores, pois ao que tudo indica a festa do ano que vem poderá ser maior e mais lucrativa.

A prefeitura de Belo Horizonte investiu fortemente este ano para que o feriado na cidade ficasse conhecido no país inteiro, assim como outros carnavais famosos, como os do Rio, de Salvador e do Recife. Em números divulgados pela organização do evento na cidade, após a festa, foram cerca de 515 blocos de rua, banheiros químicos com capacidade para 15 mil foliões – um mil a mais que o ano passado -, e 250 cabines para portadores de necessidades especiais.

No Rio, os holofotes ficam apontados durante todo o tempo para a Marquês de Sapucaí, onde passam as principais escolas de samba do estado. Taty Figueira, passista da Acadêmicos do Grande Rio, expressa sua felicidade quando algum apoiador se envolve diretamente em colaborar com a festa. “O carnaval é a festa do povo, onde todos podemos expressar nossa vontade e alegria, todo mundo pode ser feliz e curtir do nosso jeito. Não passa pela minha cabeça um ano não acontecer os desfiles na passarela do samba”, contou a dançarina de 26 anos, que desfila no carnaval a mais de 10.

Desfile da Acadêmicos do Grande Rio em 2018 / Foto: RioTur

Uma das empresas que mais se destacaram e lucraram com o evento foram as de transporte privado, como a Uber e o Taxi.Rio, que disponibilizaram pontos próximo ao sambódromo que facilitaram na inda e vinda dos foliões aos desfiles e eventos. Foram registradas um aumento de 15% no número de corridas durante o período do carnaval, sem contar com o aumento de inscrições de motoristas que optaram por trabalhar na plataforma.

Começando durante o Carnaval e trabalhando até hoje, Eduardo Motta viu nos aplicativos de mobilidade urbana uma oportunidade de somar nas despesas mensais ao final do mês. “Comecei a trabalhar na Uber por saber que a procura durante o carnaval seria grande, e também pela empresa não ser tão burocrática para administrar novos trabalhadores. Agora que gostei do serviço, não vou mais largar”, contou o motorista.

De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo ficou estimada a contratação de 23,6 mil trabalhadores temporários, uma alta de 23,4% em relação ao carnaval de 2018. A maioria destas contratações foram para garçons e auxiliares nas redes de hotéis espalhados por todas as cidades onde aconteceram as festas.

Foliões curtem os blocos de rua e lotam as cidades durante o carnaval de 2019 / foto: Riotur

Esse aumento foi impulsionado, de acordo com a CNC, por bares e restaurantes, seguido por transporte rodoviário e serviços de hospedagem. Juntas, essas atividades responderam por mais de 84% da renda gerada no carnaval. O economista Fabio Bentes, cita um fator que contribui para este crescimento. “O dólar este ano, durante o carnaval, esteve 20% a mais valorizado que o ano passado. Dólar mais alto leva o turista nacional a desistir de pacotes no exterior e acaba beneficiando o turismo doméstico”, afirma.

A região Sudeste concentrou a maior movimentação financeira durante a folia. Somente Rio de Janeiro e São Paulo, juntos, foram responsáveis por 62% de renda, comparado ao ano passado, seguida do Nordeste, com destaques para Salvador e Pernambuco, a região somou 22% , cidades onde as festas são uma das mais procuradas por turistas do mundo todo.


Eric Macedo – 8º Período

0 comentário em “Carnaval de 2019 movimenta mais de R$6 bilhões no país

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s