‘O Trem das Vidas’, peça com ex-alunos da UVA, estreia dia 6 de abril, sexta-feira

Estreia este fim de semana, no Teatro Arthur Azevedo, em Campo Grande, “O Trem das Vidas”, primeiro projeto solo do P.A.P.A. (Pensando Alto Produções Artísticas), que conta com dois ex-alunos da Universidade Veiga de Almeida: os jornalistas Raphael Abreu e Aline Trevas, autora e diretora da peça. A narrativa acompanha quatro viajantes do tempo-espaço — um simpático bilheteiro (Eduardo Doria), uma dama elegante (Khrysley Santos), um cavalheiro distinto (Raphael Abreu) e uma jovem moça (Aline Trevas) — que se encontram em uma “estação do trem da vida”. Juntos, eles discutem escolhas, julgamentos, preconceitos e a forma como essas ações nos impactam.

Inspirada na obra “O Livro das Vidas – Obituários do New York Times“, organizada pelo jornalista Matinas Suzuki Júnior, a leitura foi indicação da professora Sandra Machado durante a faculdade. A ideia era adaptar para o palco alguns contos do livro, mas devido à falta de identificação com a realidade dos EUA, a solução foi contar histórias brasileiras reais e conhecidas da criadora. O resultado são 80 minutos de uma comédia dramática, na qual os quatro atores interpretam 33 personagens em uma transformação aos olhos da plateia. “Queríamos fazer algo só nós quatro e essa foi a saída. Agora estou proibida de escrever qualquer texto no qual tenhamos que trocar um chapéu!”, brinca Aline.

P-A-P-AKhrysley Santos: “Aqui é o nosso lugar favorito, o palco”. Foto: Andressa Gabrielle / AgênciaUVA

A bordo desse trem há um ano e meio, o grupo ensaiou semanalmente, mesmo antes da seleção pelo Edital de Ocupação da FUNARJ (Fundação Anita Mantuano de Artes do Estado do Rio de Janeiro). “Nosso pensamento era: quando nos chamarem, precisamos estar prontos”, conta Khrysley. Apesar dos mais de 10 anos de experiência teatral de cada um, essa é a primeira vez que criam um espetáculo do zero. “Estamos aprendendo todos os dias”, comenta Doria. Um dos desafios é a falta de patrocínio, por isso foi preciso uma dose de improviso criativo, como as roupas da própria Khrysley, que montam a maioria dos figurinos, e as malas antigas, garimpadas em locais como a Feira de São Cristóvão.

Há mais maneiras de lidar com os custos de montar uma peça, como através de financiamento coletivo. A campanha do P.A.P.A. na internet aceita colaborações a partir de R$ 10. As recompensas incluem agradecimentos, descontos, brindes e a experiência de assistir ao show do palco. Pode-se ainda participar de sorteios. Além disso, acordos de divulgação com algumas empresas também o ajudaram a sair da estação. Outra parceria da produção é com a Apada (Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos), em que 25% dos ingressos do último dia, de cada temporada, serão destinados a pessoas com deficiência auditiva, em uma apresentação com um intérprete de LIBRAS.

DSC_0076P.A.P.A. reunido na pré-estreia do “O Trem das Vidas”. Foto: Andressa Gabrielle / AgênciaUVA

Criada em 2015, a produtora teatral esteve presente em eventos como o I Dia de Transformação Cultural e Democrática, IV Encontro Internacional de Teatro Comunitário do Rio de Janeiro e o I Festival de Esquetes do Tijuca Tênis Clube, no Teatro Henriqueta Brieba, com o trabalho “O Caminho pra Glória”. Já os projetos futuros abrangem o lançamento on-line dos contos extras em vídeo, a adaptação do musical “Nós” — sua primeira obra textual — em um longa-metragem, e a passagem do espetáculo por outros bairros do Rio de Janeiro e cidades. “A ideia é fazer esse trem viajar”, revela Raphael.

“O Trem das Vidas” estará em cartaz de 6 a 15 de abril, no Teatro Arthur Azevedo, Rua Victor Alves, número 454, em Campo Grande, e de 18 a 27 de maio no Teatro Armando Gonzaga, na Avenida General Osvaldo Cordeiro de Faria 511, em Marechal Hermes. As sessões serão às sextas e sábados, às 20h, e aos domingos, às 19h. Os ingressos custam R$ 20 a inteira e R$ 10 a meia. Há também a meia-entrada solidária, por meio da doação de um quilo de alimento não-perecível ou de ração para cães ou gatos. A classificação é de 14 anos.

Andressa Gabrielle – 7º período

2 comentários sobre “‘O Trem das Vidas’, peça com ex-alunos da UVA, estreia dia 6 de abril, sexta-feira

  1. Ótima iniciativa a entrada solidária, estimula a população a ajudar quem precisa e torna ainda mais acessível a arte. Parabéns!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s