A crise, a sociedade e o papel da mídia

Debate aberto ao público sobre a crise econômica do Rio de Janeiro contou com repórteres dos veículos revista piauí e Agência Pública que ajudaram a esclarecer detalhes sobre o tema.

A Casa Pública recebeu, no último sábado (25), Malu Gaspar, repórter da Revista Piauí, e Adriano Belisário, colaborador e também repórter da Agência Pública, para uma conversa sobre a atual crise financeira do estado do Rio de Janeiro. O evento contou ainda com a presença de Paulo Lindsay, coordenador do Núcleo de Auditoria Cidadã.

O debate, que foi aberto ao público, teve início às 16h da tarde com a fala de Malu, que explicou que a atual conjuntura é fruto de um “raciocínio corrupto”, levando a população carioca a permanecer sem horizontes diante das irresponsabilidades cometidas na administração estadual. O local estava cheio, com pessoas ocupando até a escadaria do casarão em Botafogo, fato que não atrapalhou no engajamento das discussões.

casa pública 2.

Paulo Lindsay explica a importância da auditoria [foto: Thainara Carvalho/Agência UVA].

Em seguida, Paulo Lindsay discorreu sobre alguns termos técnicos em relação aos atuais problemas do estado. Segundo ele, as dívidas de bancos se tornam dívidas públicas e que termos como “consolidação de dívidas” são amplamente usados em leis, mas a população pouco sabe o que realmente significam. O coordenador explicou que consolidar é o mesmo que perpetuar, e que esses débitos são deixados para as futuras gerações. A fala de Paulo despertou interesse entre os presentes – em maioria, jovens –, que se mostraram preocupados com a situação atual e o futuro da cidade.

Após a explicação, Paulo afirmou que o dinheiro gasto com a dívida estadual poderia ser destinado a temas sociais urgentes como saúde e educação, e que por isso é a imprescindível a realização de auditorias que investiguem para onde vai o dinheiro e como ele está sendo gasto. “Em 11 meses, o déficit do Estado aumentou em 800 milhões de reais”, completou.

Próximo às 17h, Malu voltou a falar, dessa vez sobre a possibilidade de uma intervenção federal e sobre como assuntos financeiros são tratados no país. “Quando tem dinheiro, está tudo bem, mas quando o dinheiro acaba, todos saem correndo e não se preocupam em encontrar uma solução”, afirmou a jornalista. Para ela, a única forma de reverter o atual cenário é votar bem e pressionar os políticos.

casa pública 1.

Adriano Belisário em conversa com Malu Gaspar e Paulo Lindsay [foto: Thainara Carvalho/Agência UVA].

Um pouco antes do fim do evento, os convidados discutiram ainda a relação da mídia com a crise do Rio. Em entrevista, Malu Gaspar fez algumas observações acerca da cobertura da imprensa sobre o assunto. “Muitos jornalistas não se atentaram ao agravamento da situação e deixaram o assunto correr solto enquanto parecia haver uma saída.” A repórter reiterou que existe um risco de a imprensa se distrair com outros assuntos e não realizar um trabalho efetivo.

Quanto aos efeitos da instabilidade financeira no jornalismo, ela explica que há cada vez mais demissões e encolhimento das redações. “Muitos jornais estão demitindo repórteres e optando pelo home office, o que leva a uma queda na qualidade da cobertura, pois são menos pessoas para se realizar mais tarefas”, afirma. Para ela, é um constante desafio, pois a demanda de informações é crescente, mas não há mão-de-obra para lidar com a complexidade dos temas.

Malu chamou a atenção para a necessidade de se reinventar a imprensa, através de iniciativas como o jornalismo público, redes sociais e a união dos profissionais da mídia para tratar e investigar um determinado assunto, como foi o caso do Panama Papers. A conversa teve fim às 18h e contou com muitos aplausos do público presente, que permaneceu por alguns minutos a mais para tirar dúvidas e conversar mais com os convidados.


Thainara Carvalho – 5º Período

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s