Tributo ao absurdo

sparty_poster_brazilChoque. Essa é a sensação que a maioria das pessoas sentem ao assistir o filme “A Festa da Salsicha”. Já era de se esperar que a obra idealizada por Seth Rogen, Evan Goldberg e Jonah Hill – responsáveis por histórias polêmicas como “A Entrevista”, “É o Fim” e “Super Bad” – não iria ser ‘comum’, mas ninguém poderia adivinhar que o desenrolar da trama da nova animação beiraria a insanidade. Todavia, depois de absorver a informação e entender a proposta, a experiência se torna hilária, como sempre.

Contextualizando, o longa é uma paródia dos filmes da Disney e da Pixar, no qual um grupo de alimentos que tem vida própria embarcam em aventuras na busca pela liberdade, mas descobrem que as coisas não são como eles imaginavam e fazem de tudo para tentar se salvar das garras dos terríveis deuses (humanos). Até ai tudo certo, nada demais. Mas calma, esse não é o foco do filme. O ponto principal da obra são as interações entre os personagens, que – sem nenhum pudor – se tratam como adultos, no que diz respeito a brigas, xingamentos e – é claro – sexo. Muito sexo.

Logo nas primeiras cenas do longa, os escritores já deixaram bem claro a proposta do filme. Assim como é mostrado no trailer, e até mesmo no cartaz de divulgação, o principal objetivo das salsichas é, como eles mesmo dizem, ficarem “molhadinhas e entrarem na baguete”. O filme tem um apelo sexual forte e provavelmente, como já é comum na vida desses escritores, será alvo de muitos processos.

No Brasil, o filme teve o roteiro adaptado pelo elenco do Porta dos Fundos, que – honrando as raízes na web – usaram e abusam de memes consagrados da internet – “Birrl” – e muitos, mas muitos mesmo, palavrões. Os youtubers também participaram da dublagem e foram responsáveis pela maioria das vozes de principais, tirando a do protagonista, que ficou com Guilherme Briggs.

949846 - SAUSAGE PARTY

949846 – SAUSAGE PARTY

Com muita acidez, uma direção perfeita e cenas épicas, “A Festa da Salsicha” é um prato cheio para quer espairecer e se divertir no cinema. Já aqueles quem tem uma mente mais conservadora e tradicional não devem nem assistir ao trailer.

ATENÇÃO!! Não levem crianças para assistirem esse filme. Mesmo sendo uma animação, ele é – totalmente – direcionado à adultos.


Iago Moreira- 6º Período

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s