Saúde financeira

Duas palestras abriram, nesta segunda-feira (16), a I Semana de Desenvolvimento Profissional, no Campus Tijuca da Universidade Veiga de Almeida. Os palestrantes Edilson Conrado e André do Carmo buscaram trazer aos alunos de Administração e Ciências Contábeis maneiras de se obterem o diferencial no mercado de trabalho.

Edilson debateu com os alunos a parte de planejamento financeiro, dando algumas dicas que podem ser aplicadas no dia a dia, como anotar todos os gastos, salvar 10% da renda obtida e investimentos em poupança. Para ele, a parte financeira é fundamental na vida de qualquer pessoa e, muitas vezes, acaba sendo deixada de lado. “Isso afeta diversas áreas na nossa vida, como por exemplo, a profissional. Quem possui problemas financeiros, não consegue motivação para trabalhar”.

IMG_1075

Palestrante Edilson Conrado

O palestrante também apontou que o tema de sua conversa traz conhecimento para as áreas administrativas. Contudo, o assunto, de uma maneira geral, também é importante para a população. Afinal, não são apenas profissionais da área que necessitam ter uma vida financeiramente organizada.

Já André do Carmo trouxe aos alunos o debate sobre o impacto do Excel nas atividades administrativas. Com exemplos em vídeos, ele mostrou como o programa pode fornecer apoio na construção de cenários, com mapeamento de processos ou diagramas de causa e efeito. “Há tempos o Excel já deixou de ser planilha. Hoje, ele é um minissistema”.

IMG_1083

Palestrante André do Carmo

O objetivo da palestra foi tirar os alunos de suas zonas de conforto e mostrar que existem ferramentas básicas que podem gerar um diferencial, além de produzir informação e vontade de aprender. Para André, falta conhecimento da capacidade do sistema Excel; isso somado ao fato de as empresas apostarem em sistemas pagos e caros. “Falta alguém que diga ‘podemos fazer diferente sem ter gasto para implementar algo novo’”.

Entretanto, de acordo com o professor, as empresas de hoje possuem muita burocracia e não deixam o funcionário crescer. “O trabalhador deve fazer apenas o trivial e a proposta desse debate de hoje é buscar exatamente o contrário”, completou.


Nathalia Araújo – 7° período

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s