Cidade

Incêndio no Museu Nacional completa um ano

Após um ano da tragédia, a reconstrução do Museu Nacional conta com tecnologia 3D. A data é lembrada em exposição com peças recuperadas dos escombros

Há um ano o Museu Nacional, localizado na Quinta da Boa Vista, Zona Norte do Rio de Janeiro, pegou fogo às vésperas de seu bicentenário, no dia 2 de setembro de 2018. O incêndio de grandes proporções começou em um dos refrigeradores do auditório, no primeiro andar, e se alastrou para o restante do prédio destruindo 90% de seu acervo.

O palácio, que foi utilizado no passado como a residência da família imperial brasileira, abrigava cerca 20 milhões de peças e também funcionava como centro de pesquisa vinculada à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Segundo a administração do museu, 46% das coleções científicas foram totalmente ou quase totalmente destruídas, 35% passam por processo de resgate e 19% não foram atingidas pelo incêndio.

A destruição do antigo palácio foi um momento marcante para muitas pessoas, como para o professor de história, Paulo Sérgio Alves:

“Quando vi pela televisão o que tinha acontecido, lamentei muito o descuido com a nossa memória e com um patrimônio brasileiro. O Museu Nacional é único e infelizmente são coisas que não se recuperam mais”, lamenta o professor.

Antes do incêndio, algumas das obras já haviam sido passadas para o acervo digital do Museu, possibilitando que as peças fossem reconstruídas através de uma impressora 3D. Dentre as peças mais célebres que foram recuperadas, está o crânio de Luzia, o fóssil humano mais antigo das Américas. Na última quarta-feira (28), a reitoria da UFRJ e a direção do Museu Nacional anunciaram que esperam reabrir parte do prédio em 2022, para celebrar os 200 anos da Independência do Brasil.

A partir desta terça-feira (3), parte do acervo já resgatado será disponibilizado na CAIXA Cultural do Rio de Janeiro na exposição “Santo Antônio de Sá: Primeira Vila do Recôncavo da Guanabara”. A entrada é gratuita e a visitação vai do dia 3 de setembro a 8 de dezembro, de terça-feira a domingo, das 10h ‪‪às 21h.

Quer ajudar o Museu Nacional? Acesse o site oficial do Museu.

Gabrielle Laranjeira – 6º período

2 comentários em “Incêndio no Museu Nacional completa um ano

  1. Janaina Cardoso

    Mais uma das tragédias desse nosso país tão lindo e sofrido.

  2. Katia Fontoura

    Parabéns pela matéria, boa iniciativa, precisamos valorizar os nossos museus, a nossa história, e precisamos de textos esclarecedores como este!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s