Com poucas surpresas, Creed 2 mantém o tom dramático da franquia Rocky

A carga emocional contida nas primeiras cenas de Creed 2, já demonstra o tom que será abordado ao longo de toda a película. São aproximadamente dois minutos, sem que os personagens emitam se quer uma única palavra e o espectador consegue entender exatamente o que eles querem dizer, apenas com olhar.

O filme que estreia nesta quinta, 24 de janeiro, nos cinemas brasileiros, não traz apenas a continuação da história de Adonis Johnson Creed – filho de Apollo Creed – que foi retratado no longa de 2015. Ele remete à obra de 1985, Rocky IV, onde Apollo é morto no ringue por seu oponente, Ivan Drago, personagem de Dolph Lundgren. É nesse personagem, e em seu filho, que essas cenas e parte do filme se baseiam.

creed-2 (1)

Viktor e Adonis em um dos momentos do filme Foto: Divulgação

Michael B. Jordan (Creed – Nascido Para Lutar e Pantera Negra) reprisa sua interpretação como Adonis. Agora, ele é o campeão dos pesos pesados, assim como seu pai e Rocky (Sylvester Stallone). Com toda a visibilidade que essa posição lhe proporciona, ele recebe um desafio feito por ninguém menos que Viktor Drago – interpretado pelo novato Florian Munteanu – o filho do homem que matou seu pai. Nesse momento, começa o dilema de Adonis: prosseguir com sua vida ou encarar os fantasmas do passado e se libertar de vez de todos os sentimentos adversos que carrega. Para Creed, chegou a hora de crescer. Porém, crescer dói. E ele vai sentir na pele essa dor.

Quanto aos demais personagens, destaque para o romeno Florian. Ele foi descoberto por Stallone durante a pré-produção do filme. Boxeador amador, nunca atuou. Com poucas cenas fora do ringue e poucos diálogos, seu semblante extremamente expressivo faz com que quem assista ao filme, entenda como foi a criação de Viktor, após a derrota de seu pai para Rocky, em 1985. Em seu olhar, nota-se medo, rancor, ódio, tristeza… Amor. Tudo isso em  poucas palavras. Como antagonista, ele não é um vilão desses que causam raiva (como é o caso de seu pai). O que Viktor consegue despertar no espectador, é pena. Stallone e Dolph mantém a mesma máxima dos outros capítulos da série. Um extremamente calmo e introspectivo, o outro, mesmo não estando em uma boa posição social e esportiva, é arrogante e presunçoso.

Destaque para a trilha sonora e a fotografia. Muito hip hop mesclado com música clássica, além do tema principal da franquia, completamente atualizado. Já as cenas na Europa mostram um tom acinzentado e sempre nublado, justamente para retratar a vida nada fácil de Ivan e Viktor com mais intensidade.

CREED II

Rocky e Adonis em cena Foto: Divulgação

Credd 2 é um drama esportivo carregado de diálogos bem aprofundados e de excelentes sequências de treinamento e de lutas, que seguram a atenção do espectador ao longo de aproximadamente duas horas de filme. Duas horas que valerão a pena. Pode acreditar.


Débora Esteves

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s