Crítica: ‘O poder e o impossível’

images (1)A capacidade do ser humano de ultrapassar seus próprios limites já foi representada incontáveis vezes no cinema e, na maioria das vezes, essas obras cinematográficas ficam marcadas pela qualidade da produção e pela história abordada. Filmes como “Menina de Ouro”, ” Rocky: um lutador” ou “Filadélfia” se tornaram referência no modo de se produzir um longa de superação.

O filme “O Poder e o Impossível” conta a história real de Eric LeMarque (Josh Hartnett), um praticante de snowboard que luta para se recuperar do vício em metanfetamina. Seu individualismo acaba levando-o a realizar uma descida precipitada, pouco antes de uma forte nevasca, que acaba por isolá-lo por completo nas vastidões das montanhas. Com isso, Eric precisará encontrar um meio de sobreviver e retomar o caminho para a civilização.

Por ser um filme ambientado em um ambiente inóspito e coberto de neve, obviamente o diretor Scott Waugh apela ao máximo possível para tomadas aéreas, com o intuito justamente de promover a beleza natural e o sentimento de isolamento do protagonista. O cineasta também apela para sua experiência anterior em comandar filmes com a temática de esportes radicais (“Triplo X”), ao utilizar jogos de câmera que remetem à popular GoPro para dar mais intensidade à visão em primeira pessoa e trabalhar com o modelo de filmagem utilizado por atletas na divulgação de suas atividades.

O filme "O Poder e o Impossível" conta a história real de Eric LeMarque, vivido por Josh Hartnett.

O filme “O Poder e o Impossível” conta a história real de Eric LeMarque, vivido por Josh Hartnett.

Josh Hartnett tem para si o filme inteiro para trabalhar sua atuação, uma vez que ele passa a maior parte do tempo sendo o único ator em tela. São nos momentos de quase congelamento e dor extrema que ele mostra o talento que a indústria do cinema insiste em ignorar. As horas de desolação são convincentes, assim como as de esperança renovada em flashbacks (esses infelizmente presentes em excesso).

“O Poder e o Impossível” é uma daquelas obras cujo o intento é contar uma bela história de superação, mas o que consegue mesmo é evidenciar o talento de sua principal estrela. A trama, apesar de cumprir o objetivo de interessar o espectador, carece de uma intensidade maior para se tornar marcante (não necessariamente sendo por culpa de alguém ou um defeito muito grave).

Cena do filme "O Poder e o Impossível", com Josh Hartnett. Foto: Divulgação

O filme “O Poder e o Impossível” conta a história real de Eric LeMarque, vivido por Josh Hartnett. Foto: Divulgação


Gustavo Barreto – 6º período

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s