Cultura

Estudantes da UVA criam aplicativo para a Bienal do Livro

 

Bian e Leonardo não desistiram do projeto apesar da complexidade do desenvolvimento de aplicativos
Bian Medeiros e Leonardo Trotta são da equipe que desenvolveu o aplicativo ‘UVA na Bienal’. Foto: Jefferson Alves

Toda a programação da 18ª Bienal Internacional do Livro no Rio na palma da mão. Para facilitar a vida de quem está visitando o maior evento literário do país, estudantes do curso de Ciência da Computação da Universidade Veiga de Almeida (UVA) criaram o aplicativo “UVA na Bienal”. O app traz informações sobre palestras, debates e demais atividades da Bienal. Também contém uma área para interação entre usuários, além de outras funcionalidades.

“A ideia era mostrar o quanto os alunos são bons no que fazem, produzindo algo que tivesse a ver com o evento e que fosse interessante para quem está visitando”, explica a gerente de Comunicação Institucional da Rede Ilumno, Cecília Seabra.

O aplicativo foi desenvolvido por alunos do Programa de Iniciação Científica (PIC) da universidade. O coordenador do projeto, professor Carlos Augusto Sicsú, explica que o foco era o aprendizado dos estudantes, além da possibilidade de criar uma ferramenta de auxílio aos visitantes da Bienal. Para ele, fazer o aplicativo para o evento foi uma forma de colocar em prática a teoria:

“Significa mostrar o que os alunos muitas vezes aprendem de forma teórica ou com pouca aplicação da prática, em função do tempo e das características que uma disciplina no curso exige”.

Versão para Android

O exercício pode levar os jovens desenvolvedores do app a voltarem nos próximos anos com uma versão oficial do evento e para todas as plataformas. Por enquanto, o “UVA na Bienal” está disponível apenas para usuários do sistema Android. O download deve ser feito por meio do site do coordenador do experimento (Clique para baixar: http://www.profsicsu.com.br/images/UVAnaBienal.apk), já que o app não está disponível na loja virtual.

O aplicativo demorou aproximadamente três semanas para ficar pronto. O estudante Leonardo Trotta contou que, apesar do pouco tempo, aceitou o desafio de imediato para participar do projeto. A preocupação com o resultado era grande, mas ele não desistiu:

“Desenvolvemos para que as pessoas se sintam bem e confortáveis ao utilizá-lo. Que o usem como entretenimento também e que, sobretudo, facilite a integração com a programação da Bienal”.

Quem também não deixou a ansiedade atrapalhar foi Bian Medeiros, outro integrante da equipe. Ele conta que foi da euforia, no início do projeto, ao medo de não conseguir terminar a tempo por conta da etapa de armazenamento de dados: “É muito difícil. Agora, eu me sinto aliviado, porque a experiência está valendo a pena. O conhecimento e o peso no currículo por ter feito parte dessa equipe são reais”.

Além de Bian Medeiros e Leonardo Trotta, participam do projeto os estudantes Gustavo Santos, Diogo Soares, Isabela Pimenta, Victor Franklin, Pablo Dias, Lucas Lopes e Felipe Pinheiro Araújo, o único que não é aluno de Ciência da Computação; ele faz o curso de Design Gráfico.

Reportagem: Jefferson Alves – 6º período

Agência UVA é a agência experimental integrada de notícias do Curso de Jornalismo da Universidade Veiga de Almeida. Sua redação funciona na Rua Ibituruna 108, bloco B, sala 401, no campus Tijuca da UVA. Sua missão é contribuir para a formação de jornalistas com postura crítica, senso ético e consciente de sua responsabilidade social na defesa da liberdade de expressão.

0 comentário em “Estudantes da UVA criam aplicativo para a Bienal do Livro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s