Arte

A geometria de Gaudí em foco

Chegou ao Rio de Janeiro, na última quinta,16, a exposição “Gaudí: Barcelona, 1900”, que apresenta parte do trabalho e trajetória do célebre arquiteto espanhol Antoni Gaudí, uma das figuras mais proeminentes do Movimento Modernista e cujas obras ajudaram a criar a identidade visual e cultural da cidade espanhola. Alocada no Museu de Arte Moderna, na região central da cidade, a mostra reúne maquetes e outras peças desenhadas pelo artista catalão ao longo de quase 40 anos de trabalho.

expo gaudí 5.
Visitante da Exposição “Gaudí: Barcelona, 1900” [foto: Mateus Augusto Rubim].

Gaudí é conhecido pelo estilo próprio e imaginativo, que casa o trabalho de arquiteto com o de artesão. Como representante do movimento modernista, foi precursor do naturalismo na arquitetura, utilizando todo material até o limite de sua resistência. O estudo dos movimentos da natureza foi responsável pela geometria única de seus projetos, que anda lado a lado com a estética. Isso é exposto na mostra através de maquetes, como a Casa Batló e o Parque Güell, dois marcos da arquitetura na cidade de Barcelona do início do século XX.

Um dos destaques da exposição é a réplica da Sagrada Família, um templo católico de inspiração gótica em que Gaudí trabalhou em 1883, assumindo o lugar do arquiteto original, Francisco del Villar. Gaudí alterou a concepção inicial da basílica, incorporando o próprio estilo naturalista e dando luz a uma das edificações mais impressionantes da Europa. Estão presentes maquetes de diferentes seções do projeto, sendo possível perceber a riqueza de detalhes até mesmo nas réplicas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para o estudante de Museologia da UNIRIO, Mateus Augusto Rubim, a exibição de projetos de outros artistas poderia ter ganhado uma sinalização específica. “A primeira sala retrata um estilo em que outros artistas estavam inseridos, e a exposição mostra muito bem isso. Faltou sinalização”, comenta o jovem, que também é fotógrafo. “Gaudí marca muito essa parte da arte que liga o moderno com o contemporâneo”. A sala em questão apresenta trabalhos de diversos artistas – pintores, escultores, artesãos – contemporâneos a Gaudí, mas que seguem a linha do Modernismo catalão.

Em conclusão, “Gaudí: Barcelona, 1900” traça o auge do artista espanhol mostrando, em detalhes, técnicas e estudos realizados, além de destacar o legado da arte modernista proposta por Gaudí na virada do século XX e que está eternizado pelas ruas da fascinante Barcelona. Indispensável para amantes de arte e arquitetura, a exposição é mais um marco no circuito cultural da cidade do Rio de Janeiro, ficando em cartaz até o dia 30 de abril.


Beatriz Brito – 5º Período

Agência UVA é a agência experimental integrada de notícias do Curso de Jornalismo da Universidade Veiga de Almeida. Sua redação funciona na Rua Ibituruna 108, bloco B, sala 401, no campus Tijuca da UVA. Sua missão é contribuir para a formação de jornalistas com postura crítica, senso ético e consciente de sua responsabilidade social na defesa da liberdade de expressão.

0 comentário em “A geometria de Gaudí em foco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s