Esporte

A febre do Muay Thai

Além de ajudar no emagrecimento, o Muay Thai fortalece todos os músculos do corpo
Além de ajudar no emagrecimento, o Muay Thai fortalece todos os músculos do corpo

O Muay Thai tem se tornado cada vez mais popular entre os praticantes de esportes. Atualmente é a arte marcial mais procurada nas academias por pessoas que querem perder peso, ganhar tônus muscular e condicionamento físico. Conhecido também como boxe tailandês, a luta utiliza oito armas de combate: punhos, cotovelos, joelhos e canelas. As aulas duram entre uma hora e 90 minutos, onde pode se perder em média, 750 a 800 calorias – e se destacam pelo dinamismo e divertimento.

Diferentemente da musculação, os treinos do Muay Thai envolvem rotinas diversas de golpes e outros exercícios físicos, como corrida, flexões e abdominais. “Todo corpo é movimentado, assim todos os músculos são trabalhados, principalmente a musculatura das coxas, ombros e peitoral”, diz o professor e lutador profissional, Washington Macario, 24 anos.

Por trabalhar diversas partes do corpo, os benefícios do muay thai são muitos. Ele tonifica os glúteos, braços, ombros, costas, barriga, pernas e panturrilha. Os ossos adquirem maior densidade, as articulações ficam mais flexíveis e a coordenação motora é ampliada. Além disso, o esporte desenvolve a autoconfiança e alivia o estresse.

Mas não se deve ter preocupação só com a definição do corpo e emagrecimento. Para lutar Muay Thai tem que ficar atento à proteção: é preciso o uso de caneleira, protetor bucal e luvas de boxe. As roupas devem estar adequadas para a prática da atividade física – para as mulheres, top para proteger os seios, e para os homens, protetor genital,;camiseta de lycra ou algodão e shorts ou bermudas reforçadas para ambos.

Além da preocupação com as roupas, os problemas de saúde não impedem a inscrição nas aulas da arte marcial tailandesa. Mas, antes de começar qualquer atividade física, é importante procurar um médico e realizar uma boa avaliação.

(Por Glayce Souza)

Agência UVA é a agência experimental integrada de notícias do Curso de Jornalismo da Universidade Veiga de Almeida. Sua redação funciona na Rua Ibituruna 108, bloco B, sala 401, no campus Tijuca da UVA. Sua missão é contribuir para a formação de jornalistas com postura crítica, senso ético e consciente de sua responsabilidade social na defesa da liberdade de expressão.

0 comentário em “A febre do Muay Thai

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s