Beco dos Garranchos

Domingo eu vou…

Rafael Alex

 

Mais um domingo na vida de João, um carioca morador do subúrbio, que tem um carro velho e dois vícios. A cerveja e o Maracanã. Sua esposa Ana jamais se acostuma e quando os dois acordam no domingo é a mesma coisa.

¾ Ô Ana, o almoço hoje é cedo. Vê se não enrola, hein?

¾ Meu cacete, tu num muda mesmo.

¾ Porra! Tu me conhece há um monte de anos e sabe: domingo de jogo é sagrado.

A manhã acontece a partir do café e do jornal que Elias, filho do casal, vai comprar.

Na TV rola o programa de esporte e o cheiro do alho já pode ser sentido pela casa. João, nesses dias, nem pede nada, para não ser xingado.

Na geladeira estão as cervejas meio geladas, que para ficarem no ponto precisam ir ao congelador. João Pede:

¾  Elias, sobe a cerveja. Hoje é dia de calibrar.

Elias, sentado em frente ao computador, se demora, mas vai.

O almoço sai às 13h, exatamente cinco horas antes do início do certame. João come bem, bebe bem e uma hora e meia depois já esta no ponto para pegar seu carro velho e seguir pelo trânsito da Brasil rumo ao Maracanã. Elias, tão fanático quanto o pai, mas um legítimo careta, leva o carro.

¾ Devagar com essa porra!

¾ Eu não comprei carteira não, ô merda!

O rádio sintonizado na AM dá o tom do momento. Tudo gira em função do clássico.

Pai e filho chegam juntos aos arredores do Maraca. A Radial Oeste está parada. Elias fala:

­¾ Desce agora e vai comprar ingresso.               

Na fila, que está longe de ser uma normal, a multidão se empurra para comprar o valioso ingresso, que cada ano fica mais caro.

Para estacionar a caranga velha é aquela merda, um monte de flanela dizendo:

¾ É cinco conto, patrão.

Elias paga e rapidamente vai encontrar João.

¾ Vamo embora entrar logo…

¾ ‘Bora, pô. VASCO!!! VASCO!!!

Aos gritos apaixonados todos parecem se conhecer.

Às 18h10 o jogo começa e o nervosismo ataca a multidão, em especial Elias e João.

Quase ao fim do primeiro tempo, num cruzamento muito lindo, o Flamengo faz 1×0. Pronto! Agora João e Elias começam a discutir sobre tudo. Parecem duas crianças. João então compra uma cerveja.

Fim do primeiro tempo. Muitos comentários, reclamações, radinhos nos ouvidos e agonia. Quando os dois times voltam, a esperança volta junto.

Começa o segundo tempo e já é noite no maior do mundo, lindíssimo. O jogo é tenso. As unhas de Elias já acabaram. João está frio de nervoso.

A derrota vascaína parece decretada e sacramentada, quando num daqueles chutes antológicos, quase no fim do jogo, decretam o empate num golaço. A festa é grande, todos se abraçam. A cervejada voa na galera.

O jogo acabou! Vencer ninguém venceu, mas Elias e João saem gritando e pulando como, mais uma vez, duas crianças. Afinal, o empate teve gosto de vitória.

¾ Quê isso, pai!!! É demais, meu coração vai parar assim, porra!!

¾ Nem fala, porra! Esse gol foi um puta alívio. Tua mãe ia sacanear demais nós dois!

¾ Puta merda! Nem lembra.

¾ Elias, onde tá o carro?

¾ Tá lá perto da mangueira.

¾ Caralho! Longe à beça.

¾ ‘Bora, porra! Pior se tivesse longe e com 1×0 no lombo. Para de reclamar.

Elias e João chegam ao carro, pegam aquele trânsito para voltar e só têm o resto do domingo para rever os gols e dormir.

 

 

 

 

Agência UVA é a agência experimental integrada de notícias do Curso de Jornalismo da Universidade Veiga de Almeida. Sua redação funciona na Rua Ibituruna 108, bloco B, sala 401, no campus Tijuca da UVA. Sua missão é contribuir para a formação de jornalistas com postura crítica, senso ético e consciente de sua responsabilidade social na defesa da liberdade de expressão.

0 comentário em “Domingo eu vou…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s