Saúde

De olho no estresse

Quando problemas muito freqüentes, tanto emocionais quanto físicos, começam a nos desgastar demais, quando são sucessivos e não temos um tempo hábil para nos recuperarmos antes que o próximo problema ocorra, eis que um inimigo sorrateiro aparece: o estresse. Ele é uma tensão constante e faz um mal e tanto à saúde.

Segundo especialistas, os mecanismos de resposta para acontecimentos repentinos na vida – ­ morte na família, desemprego ou um emprego desgastante – fazem com que o corpo não responda à altura a esses estímulos. Por isso as pessoas estressadas geralmente sofrem com uma série de desgastes emocionais.

O sistema nervoso é o primeiro a ser afetado. Ele se altera e o estressado fica com déficit de concentração e um desequilíbrio emocional constante, em que o sistema de alerta está sempre ligado. Ou seja: ele fica tenso o tempo todo. Esse comportamento acaba prejudicando os relacionamentos familiares e o ambiente de trabalho.

As reações físicas são taquicardia (batimento acelerado do coração), pressão alta, cansaço, dores de cabeça, dores no corpo, diarréia e prisão de ventre. As dores físicas são desencadeadas por fatores psicológicos, mas com uma alimentação saudável é possível amenizar os efeitos desse mal moderno. Por estar desequilibrado, o organismo precisa de algumas vitaminas e minerais. Assim, os alimentos consumidos de forma balanceada e uma suplementação alimentar ajudam.

Os exercícios físicos são uma ferramenta muito útil. As substâncias liberadas durante a prática acalmam o sistema nervoso e induzem a uma sensação de bem-estar. As tensões nesse momento também são descarregadas. Além do emagrecimento, os exercícios podem melhorar o sono; diminuir a irritabilidade, a ansiedade e a depressão; e fortalecer o coração.

Meditação, ioga, massagem ayuvérdica e acupuntura são técnicas de relaxamento muito eficazes no tratamento. O ato de respirar corretamente e prestar atenção no ar entrando no organismo, atento ao movimento da respiração, faz com que as tensões naquele momento sejam esquecidas, ainda que temporariamente.

O Hospital Albert Einstein, em São Paulo, virou um dos centros de referência e pesquisa no assunto. Em seu site lista algumas atitudes simples que podem evitar ou amenizar o estresse, como dormir bem, cuidar da saúde, ingerir alimentos saudáveis, fazer atividades físicas, proporcionar-se momentos de prazer, refletir sobre a maneira de lidar com as situações e buscar mudanças.

Sheila Fernandez – 7º período – Jornalismo Digital

Agência UVA é a agência experimental integrada de notícias do Curso de Jornalismo da Universidade Veiga de Almeida. Sua redação funciona na Rua Ibituruna 108, bloco B, sala 401, no campus Tijuca da UVA. Sua missão é contribuir para a formação de jornalistas com postura crítica, senso ético e consciente de sua responsabilidade social na defesa da liberdade de expressão.

0 comentário em “De olho no estresse

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s