Saúde

Populares viajam durante feriado apesar do aumento de casos da Covid-19

Quarentena prolongada gera esgotamento em muitos indivíduos e quebra do isolamento aumenta

No ultimo sábado (10), o Brasil alcançou a marca de 150 mil mortos por Covid-19, e mesmo assim, muitas pessoas aproveitaram o feriado prolongado do dia 12 de outubro para saírem de casa ou viajarem. Especialistas explicam o motivo pelo qual as pessoas estão descumprindo cada vez mais o isolamento social.

Apesar dos casos da Covid-19 estarem ainda maiores, as pequenas ‘escapadas’ se tornaram cada vez mais comuns. Os psicólogos e psiquiatras explicam o porquê disso ocorrer: os mecanismos de alerta do corpo humano, principalmente os cerebrais (com atuação da amígdala e hipocampo), que entram em ação ante um perigo, como a possibilidade de infecção por um vírus, entram em colapso depois de um tempo. E os especialistas chamam isso de “Fadiga da quarentena”.

Banhistas se aglomeram em praia do Rio. Foto: Tomaz Silva/Agência do Brasil

Para a psiquiatra médica residente da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UFRJ), Karina Carneiro, essa “fadiga da quarentena” tem muito a ver com a desmotivação e desengajamento para manter o isolamento social.

“Muitos chegaram ao ponto do esgotamento emocional causado pela restrição da liberdade de ir e vir. São vários meses de renúncias e abdicações, que batem de frente com a sutil dessensibilização sobre os riscos da doença”, afirma a psiquiatra.

Os especialistas alertam que o Brasil está relaxando em relação às medidas de isolamento social e reiteram a preocupação com o aumento dos casos da doença devido ao relaxamento das normas.

Dorval de Lima Santos Francisco, 25 anos, estudante de jornalismo, diz que chegou um ponto em que não estava mais conseguindo ficar em casa e por isso viajou no feriado.

“Viajei para Saquarema nesse fim de semana. Eu ainda respeito bastante todo o passo a passo e cuidado que devemos tomar, porém cheguei em um ponto em que eu não conseguia mais ficar confinado dentro de casa”, conclui Dorval.

Para evitar o esgotamento e a pressão durante a quarentena, a psicóloga Marilene Almeida Marinho, indica algumas maneiras para as pessoas relaxarem.

“A pessoa pode ligar para outros conhecidos para saber como eles estão. Ao invés de ficar só no celular, o confinado pode aprender uma atividade nova, escutar música, dançar em frente ao espelho, enfim existem várias maneiras para a pessoa desestressar durante a quarentena.”

De acordo com a CCR ViaLagos, mais de 100 mil veículos passaram pela rodovia entre sexta (9) e segunda-feira (12), com nenhum acidente foi registrado. Os dias de maior fluxo em direção à Região dos Lagos foram sexta e sábado, quando passaram 30 e 29 mil veículos, respectivamente.

É importante reforçar que, apesar da flexibilização do isolamento, ainda é recomendado o distanciamento social para evitar a disseminação do novo coronavírus.

Mateus Almeida Marinho – 8º período

1 comentário em “Populares viajam durante feriado apesar do aumento de casos da Covid-19

  1. Pingback: “Não há intenção de compra da vacina chinesa”, afirma Governo Federal | Agência UVA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s