Sociedade

Coronavírus nos animais: existe razão para se preocupar?

Especialista e entidade esclarecem sobre casos de Covid-19 em animais

O crescente número de casos de coronavírus no país e o medo da pandemia ligaram o sinal de alerta na população brasileira. A preocupação, no entanto, não se restringe só aos seres humanos. Quem tem animais domésticos já começou a se perguntar se essa infecção pode atingir seus pets.

Depois de um cachorro testar positivo para o Covid-19, em Hong Kong, a Agência UVA conversou com um veterinário para esclarecer a questão. Em uma breve entrevista, Murilo Ferraz, médico veterinário há 10 anos, fala sobre cuidados com os animais em meio à pandemia.

Agência UVA: Os animais domésticos podem contrair o coronavírus dos humanos?
Murilo Ferraz: Não, a cepa coronavírus que afeta o animal é completamente diferente da que afeta os humanos.

Agência UVA: Em Hong Kong, um cachorro da raça Lulu da Pomerânia testou positivo para o Covid-19. O surto que alcança hoje os humanos tem a mesma facilidade de propagação nos animais?
MF: Pode acontecer como qualquer outro tipo de doença como raiva, cinomose, mas não é uma coisa que ocorra em forma de surto. São casos isolados. Neste caso em específico, foi observado que a quantidade de virose no animal era bem baixa.

Agência UVA: Para donos que não sabem que o animal não se contamina e nem passa o Covid-19, existe algum plano futuro para conter o desespero das pessoas?
Murilo Ferraz: É o que fazemos rotineiramente, falando da importância da vacinação tradicional desde filhote e sobre os cuidados básicos.

Foto: Getty Images via BBC

Uma nota divulgada pela Associação Mundial de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais (WSAVA) no dia 29 de fevereiro esclarece mais sobre a possível contaminação de animais por causa do Covid-19:

“Atualmente, não há evidência de que animais de estimação (cães e gatos) possam ser infectados pelo SARS-Cov-2 ou transmitir Covid-19. Essa é uma situação em rápida evolução e as informações serão atualizadas à medida que estiverem disponíveis. Embora não tenha havido relatos de animais de estimação ou outros animais adoecendo com a Covid-19, ainda é recomendável que pessoas doentes com a Covid-19 limitem o contato com animais, até que mais informações sejam conhecidas sobre o vírus”, completa.

Em caso de mais algumas dúvidas, a WSAVA aconselha a entrar no site da Organização Mundial da Saúde (OMS) e Organização Mundial para a Saúde do Animal (OIE).

LEIA TAMBÉM: Novos cenários da economia global com a pandemia do coronavírus
LEIA TAMBÉM: IBGE adia processo seletivo devido ao coronavírus

Hudson Lisboa – 6º período.

3 comentários em “Coronavírus nos animais: existe razão para se preocupar?

  1. Gabriel Carmo

    Muito boa Matéria, esclareceu minhas dúvidas sobre meu pet (HenriCão).
    Parabéns pelo trabalho!

  2. Raíssa Quintanilha

    Ótima matéria!
    Muito esclarecedora 👏🏻👏🏻

  3. Pingback: Jornalistas esportivos e fãs comentam impactos da pandemia para Olimpíadas | Agência UVA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s